Brahma e a destruição de e-mails

Como diria o velho Chico Buarque – velho no sentido de ter falado isto há muito tempo, nos anos 1970 – “aqui na terra tão jogando futebol…”, na música Meu Caro Amigo.
Mas a situação é pra lá de complicada. A presidente da República, Dilma Rousseff, que mentiu durante a campanha eleitoral, seguindo o roteiro de seus marqueteiros e colocando nas mentes dos eleitores um país maravilhoso, onde tudo ia bem, agora paga por suas mentiras: está isolada. Seus índices só não são piores que os de Collor, quando sofreu impeachment.
O partido a abandonou. Preferiu fazer nota de apoio ao maior líder da agremiação e um dos maiores que o Brasil já teve: Lula. Ou talvez Brahma, como é tratado o ex-presidente pelos empreiteiros amigos dele. Não se sabe se Brahma por causa da marca de cerveja ou uma referência ao deus hindu que compõe o trio com Vishnu e Shiva. Na história hindu, esse trio é responsável pela criação, manutenção e destruição do mundo.
Lula e Dilma
Exatamente Lula-Brahma é quem arrasou Dilma Rousseff no início da semana. Disse que o governo dela está em volume morto. Por extensão, arrasou a si próprio e ao partido.
Aí, você procura alternativa e o que vê? Um paranoico presidente da Câmara de Deputados (Eduardo Cunha) crescendo no vácuo de poder; uma oposição pusilânime; intelectuais e artistas se fingindo de mortos, esperando outro grupo ganhar o poder para aparecerem como oposição; acadêmicos mais preocupados em manter seu status; antigos e novos militantes esgrimindo nas redes sociais como torcedores rivais; muitos que eram contra empreiteiros, hoje engrossam o coro dos que são contra o juiz Sergio Moro e as prisões daqueles que depenam o Brasil; e há ainda a claque que vai às ruas fingindo que é contra retirada de direitos trabalhistas, corrupção, colocam nome de ministro nas faixas, mas apoiam e recebem dinheiro do governo que edita as famigeradas MPs (Medidas Privisórias).
Tá mal, Brasil.
Mais abaixo, links do que foi noticiado sobre o relatado acima.
A solidão de Dilma
Rejeição a Dilma atinge nível de Collor pré-impeachment
Depois de ter criado Dilma, Lula tenta se distanciar dela
Senadores do PT ignoram Dilma em nota de solidariedade a Lula
‘Brahma’, o apelido carinhoso de Lula entre os caciques da OAS
Lula diz a aliados que será próximo alvo do juiz Moro
‘Destruir e-mail sondas’, pede Marcelo Odebrecht, na prisão
PF apreende bilhete escrito por Marcelo Odebrecht na prisão

 

3 pensamentos sobre “Brahma e a destruição de e-mails

  1. Meu caro amigo….

    Me permita parabenizá-lo pela radiografia que você fez desse nosso quadro caótico político brasileiro!!! É verdade Bomfa querido, a letra de Meu Caro Amigo continua atualizadíssima!!! O nosso velho (sábio) Chico é como vinho, quanto mais velho, melhor!! E você, que sabe usar bem as palavras está nesta safra dos bons vinhos!!! Parabéns!!!
    E vamos seguindo com a esperança que nunca cansa!!

  2. não, não é a direita, não é a classe média, não é o PIG que estariam derrubando a presidente Dilma. Quem realmente está a puxar o tapete dela, diariamente, é o ‘amigo’ ex-presidente e mentor LULA, o Brahma, o Barba, o traíra, o nefasto …

  3. É uma vergonha o que está se sucedendo com o país e a política. Mas o pior de tudo, até o momento, foi o depoimento do advogado do Odebrecht, ontem em rede nacional, em relação ao significado da palavra Destruição utilizada para o destino dos emails enviados a RR. Incrível como ele tentou dar um sentido bom a uma palavra que por si só já diz tudo, DESTRUIÇÃO, destruir, aniquilar, acabar, finalizar. Realmente é um absurdo. Que país é esse???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s