Rua dos Pratos revisitada

Valter Freire volta à Rua dos Pratos/Prates. Você se lembra, o assunto já foi bem divulgado pelo blog (clique aqui). Ele conta porquê retornou ao assunto: “Fiz uma revisão no texto da Rua dos Pratos. Encontrei duas fotos antigas da casa em que nasci nesta rua. Em uma foto estou com minha filha Camila. Acho que são as únicas fotos da casa, que teve a fachada alterada. Alterou para pior”. Vale a pena você passear de novo por essa rua de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. … Mais Rua dos Pratos revisitada

Escola Normal

Era uma escola sem muros. O cheiro de mato circulava entre os três blocos de salas de aula, penetrava no auditório, no galpão das aulas de educação física, na sala de ciência, no salão do grêmio. A escola me deu, como disse o poeta, régua e compasso. Contribuiu para eu (Valter Freire) ser um cidadão do bem e ensinar aos meus filhos o valor das coisas simples, do estudo e do amor à educação. … Mais Escola Normal

Cizinha e os cabeludos

Valter Freire fala em sua crônica que Cizinha lhe apresentou o Fab Four. E que sempre ele terá um sentimento de gratidão por isso. Ele não sabe se ela eternizou aqueles momentos em que, jovens e sonhadores, foram tão felizes. “Hoje e sempre quando escuto os meninos, eu vivo novamente aqueles momentos. E, acho, Cizinha também”, completa Valter. … Mais Cizinha e os cabeludos

Cara, cadê o Vivaldo?

No início da noite de segunda-feira, 16, Fernando Zamilute manda mensagem com o link do blog do Rodrigo Ferraz falando da morte de um cantor conquistense. Ele foi surpreendido pela morte quando se preparava para se apresentar nas festividades do Natal Conquista de Luz dentro da programação feita pela prefeitura conquistense. Depois, Valterci Freire, o … Mais Cara, cadê o Vivaldo?