Doutoranda Cleidiana defende sua tese no dia 4 de dezembro, na Senzala do Barro Preto

A menina jornalista chegada de Iaçu, na sua humildade e inteligência, cresceu, desandou a mostrar seu talento, investiu na área acadêmica e no próximo dia 4 de dezembro,  na Senzala do Barro Preto, na Liberdade, defenderá sua tese de Doutorado em Antropologia. Cleid, filha de Chico e Dona Nazinha é motivo de orgulho para todos … Mais Doutoranda Cleidiana defende sua tese no dia 4 de dezembro, na Senzala do Barro Preto

Pau de Colher – Moradores lutam para que a história seja conhecida – IV

E chegamos à quarta e última matéria da reportagem da jornalista Cleidiana Patrícia Ramos (com fotos de Gildo Lima e ilustração feita com pirógrafo de madeira de Túlio Carapiá, da Editoria de Arte de A Tarde) sobre o massacre do Exército brasileiro e polícias da Bahia, Pernambuco e Piauí contra a comunidade de Pau de … Mais Pau de Colher – Moradores lutam para que a história seja conhecida – IV

Crianças que sobreviveram aos tiros foram dadas para adoção – III

Você que está acompanhando a reportagem de A Tarde, feita por Cleidiana Ramos (com fotos de Gildo Lima e grande participação do departamento de infografia do jornal) sobre o massacre do Exército brasileiro e polícias da Bahia, Pernambuco e Piauí contra sertanejos de Pau de Colher, distrito de Casa Nova, na realidade participa da reconstrução … Mais Crianças que sobreviveram aos tiros foram dadas para adoção – III

Em três dias de tiroteio, Pau de Colher acabou destruído – parte II

Hoje, A Tarde publica a segunda matéria da reportagem feita por Cleidiana Patrícia Ramos (fotos de Gildo Lima) sobre a crueldade praticada contra as comunidades sertanejas de Caldeirão e Pau de Colher. Episódio que mostrou o ataque de polícias militares da Bahia, Pernambuco e Piauí e do Exército brasileiro contra civis brasileiros. Ontem, você leu … Mais Em três dias de tiroteio, Pau de Colher acabou destruído – parte II

De Caldeirão a Pau de Colher, a guerra dos caceteiros

Há 3 anos, a jornalista Socorro Araújo me falou de uma guerra declarada pelo governo brasileiro contra uma comunidade sertaneja brasileira. E não era de Canudos que Socorro falava. Ela trazia para mim uma novidade, como também é novidade para quase todo mundo que ouve falar sobre o assunto. A guerra dos caceteiros, o assassinato … Mais De Caldeirão a Pau de Colher, a guerra dos caceteiros