14 de março de morte: o mundo fica mais pobre em genialidade. Adeus Stephen Hawking

O físico Stephen Hawking em imagem de abril de 2016. Foto de Lucas Jackson – Arquivo Reuters

Stephen Hawking, o gênio que driblou a lógica da ciência nasceu em 8 de janeiro de 1942, exatamente 300 anos após a morte de Galileu, e morreu na mesma data do nascimento de Albert Einstein (14 de março de 1879). Quando completou 21 anos, Hawking foi diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). A doença causa morte dos neurônios motores, que são as células nervosas responsáveis por todos os movimentos do corpo. Aos poucos, os pacientes perdem a capacidade de se mover, de falar, de engolir e de respirar. Por isso, Hawking vivia em uma cadeira de rodas e era dependente de um sistema de voz computadorizado para se comunicar com as pessoas. Isto não o impediu de ser um dos cientistas mais brilhantes da história do planeta. Não se abateu quando médicos estimaram que ele teria pouco tempo de vida. Viveu até os 76. Seus livros e suas teorias colocaram mais luz no entendimento científico, principalmente no desafio à noção de espaço-tempo que nos levam a uma outra dimensão: não dá para começar a compreendê-las sem abandonar as concepções mais fundamentais sobre a realidade que conhecemos. Por exemplo, deve-se partir da premissa de que existem lugares no universo, os buracos negros, em que a gravidade é tão imensa que nada consegue sair de lá -nem mesmo a luz.

Leia mais aqui…

2 pensamentos sobre “14 de março de morte: o mundo fica mais pobre em genialidade. Adeus Stephen Hawking

  1. Stephen Hawking é desses seres humanos que aparecem para esclarecer as coisas mais complicadas da ciência, como fez Einstein e outros. Nas condições em que viveu, movendo apenas as pálpebras pela maior parte de sua existência, olhe quanta coisa esse homem criou. Um gênio. O planeta em peso deveria homenageá-lo várias e várias vezes.

  2. Foi realmente um dia pesado e histórico e vc, Brown, soube fazer com maestria esse elo entre três perdas que nos abalaram tanto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s