Albenísio Fonseca lança “Jornalismo Cultural em Transe”. Dia 10 de fevereiro, às 17h, no MAB

albenisio-fonseca-lancamento-de-livro

“Um livro para resgatar todo um decurso histórico e proporcionar reflexões sobre cenas de épocas, que envolvem quase quatro décadas, em narrativas que permanecem contemporaneamente atuais”. É o que o jornalista Albenísio Fonseca oferece com o lançamento de “Jornalismo Cultural em Transe”, 152 páginas, Editora Boa Ideia, sexta-feira, dia 10 de fevereiro, das 17h às 20h, no MAB – Museu de Arte da Bahia. 

Albenísio ressalta todo um “vínculo afetivo e crítico com as mil e uma faces da cultura em Salvador”, que importam sobretudo para a história colonial e recente da cidade ainda que as abordagens tenham amplitude global, em artigos, reportagens, textos e entrevistas. A capa já projeta o “lugar do olhar inicial da primeira capital do País com a captura de um pôr do sol em ângulo exclusivo que se duplica nos janelões do Elevador Lacerda e se lança do sítio inaugural sobre a Baía de Todos-os-Santos”. O autor entende que “todo jornalismo é cultural”, como assinala, em tom de debate, na introdução do livro. Esta publicação é o terceiro título lançado, em um ano, pela Editora Boa Ideia, também fundada por ele.

Com seu texto, sempre surpreendente, o jornalista nos faz ver o “Amanhecer em Salvador”, nos leva a transitar pela “Reinvenção da noite” da cidade, a conhecer a “face subversiva da capoeira”, as temporadas de Verão como um ritual ao Sol. Nos leva a “atravessar vitrines”, em linda homenagem às mulheres; debate a importância da Baía de Todos-os-Santos apresentando propostas. Nos revela um “universo paralelo no Pelô”; reflete sobre a questão do desejo a partir dos pequenos espelhos ovais, critica o abandono da agricultura e do patrimônio histórico no Recôncavo, além de inúmeras outras incursões sobre movimentos como a rebelião dos escravos malês, em 1835 e a Sabinada, em 1837, além de se debruçar sobre fenômenos como os “rolezinhos”, o Código Civil da Internet e as novas formas de comunicação por vídeo, entre outros questões.

O livro reúne textos publicados em diversos veículos da mídia impressa baiana, desde a década de 1980 até 2016, mas sem seguir um caráter cronológico. “Há reportagens e entrevistas que ganharam capas de cadernos culturais e artigos nas páginas de Opinião das publicações, além dos editados diretamente em meu blog (albenisio.wordpress.com) e mesmo em sites como o Zonacurva.com, produzido em São Paulo”.

Segundo Sérgio Mattos, mestre e doutor em Comunicação pela Universidade do Texas (Estados unidos), que assina o prefácio do livro, “com texto primoroso de cronista nato e espírito jornalístico aguçado, Albenísio Fonseca reúne em Jornalismo Cultural em transe, uma coletânea de suas produções publicadas na imprensa baiana, ao longo dos últimos 35 anos, como fruto de uma atuação marcante, como repórter, editor e empresário na área de comunicação, pois foi, ainda, responsável pelo lançamento de publicações como o Jornal do RecôncavoJornal da OrlaJornal da Península, A Era da QualidadeJornal do São João, Itapuã na Frente e a Revista do Carnaval – com que obteve o Prêmio Colunistas Brasil em 1992”.

———————-

Contatos:
Albenísio Fonseca – 
Editora Boa Ideia – Telefones: 71 99912-5961 e 71 3017-3872

2 pensamentos sobre “Albenísio Fonseca lança “Jornalismo Cultural em Transe”. Dia 10 de fevereiro, às 17h, no MAB

  1. Excelente o livro de Albenísio. Jornalista competente, demonstra também ser um escritor de valor. Parabéns.

  2. Deve ser bem interessante. Salvador sempre teve história fascinante. Castro Alves, Batatinha, Maria Quitéria, Caribé vagam sorrindo pelas ladeiras inspirando os artistas e não artistas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s