Fotógrafo morto em acidente com Eduardo Campos era famoso por fotos de crianças albinas

O pernambucano Alexandre Severo ficou famoso pelo ensaio À Flor da Pele e atuava como fotógrafo da campanha do presidenciável.
Entre as mortes causadas pelo acidente que também causou a morte do candidato à presidência da República Eduardo Campos na quarta-feira, 13 de agosto, está uma terrível perda para a fotografia. O pernambucano Alexandre Severo, que ganhou notoriedade em 2009 ao produzir o ensaio À Flor da Pele, também estava a bordo do jato que matou sete pessoas.
A reportagem é publicada no portal do jornal Zero Hora, 13-08-2014.
As fotos produzidas por Severo acompanharam a reportagem de mesmo nome publicada no Jornal do Commercio em 30 e 31 de agosto de 2009. Pelas imagens, Severo ganhou menção honrosa no 31º Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Nas fotos, Severo retratava o dia a dia de três irmãos albinos nascidos em uma família de negros na periferia de Olinda. O ensaio foi amplamente compartilhado nas redes sociais desde então.
Além disso, o fotógrafo contava publicações na Revista Time, exposições na 5ª Bienal Argentina de Fotografía Documental, no Paraty em Foco, em 2009, no Tate Modern, em Londres.
 Alexandre Severo tinha 36 anos e vivia em São Paulo. Atualmente, atuava como fotógrafo da campanha de Eduardo Campos.
Alexandre Severo - Crianças negras e albinas

Alexandre Severo foi premiado pelo ensaio de família negra com filhos albinos em 2009

 

Foto: Alexandre Severo / Divulgação.

Alexandre Severo (foto abaixo)  explorou o dia a dia de três irmãos albinos nascidos em uma família de negros da periferia de Olinda na série À Flor da Pele

Alexandre Severo 
O fotógrafo pernambucano Alexandre Severo, morto no acidente de avião que vitimou o candidato à Presidência da República Eduardo Campos e outras cinco pessoas, era famoso pela produção do ensaio “À Flor da Pele”, que retrata crianças albinas.
Leia mais Notícias no Portal Correio
As fotografias de Severo ilustraram uma reportagem especial publicada no Jornal do Commercio, de Pernambuco. O trabalho rendeu ao fotógrafo uma menção honrosa no 31° Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Nas fotos, o pernambucano explorou o dia a dia de três irmãos albinos nascidos em uma família de negros da periferia de Olinda. A série de fotografias foi muito compartilhada nas redes sociais.
Alexandre Severo também havia produzido fotografias para a Revista Time, além de ter realizado exposições na Argentina e em Londres. O fotógrafo tinha 36 anos e morava em São Paulo. Ele trabalhava na campanha de Eduardo Campos.
Confira algumas fotos do ensaio “À Flor da Pele”:
Ensaio recebeu mensão honrosa no Prêmio Vladmir Herzog de Anistia e Direitos HumanosEnsaio recebeu mensão honrosa no Prêmio Vladmir Herzog de Anistia e Direitos Humanos
Ensaio recebeu mensão honrosa no Prêmio Vladmir Herzog de Anistia e Direitos Humanos
Fotos: Alexandre Severo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s