Mais brasileiros vão pagar imposto de renda. A correção das faixas não atualiza a inflação

O salário mínimo subiu, mas a gente não sabe se ri ou chora. Afinal, o aumento do salário mínimo faz mais brasileiros pagar imposto. Em 2013, quem ganhava até R$ 1.710 estava isento do Imposto de Renda. Mas desde 1º de janeiro, quando o salário mínimo subiu e passou a valer 724 reais,  mais brasileiros pagam imposto de renda. Entenda o por quê.

O que o governo considera o primeiro andar do Imposto de Renda começa em R$ 1.710,78, com alíquota de 7,5%. Quem ganhava menos que isso não pagava imposto. Quem ganhava igual ou mais pagava. A Receita já desconta no salário do trabalhador. Em 2014, esses andares ficaram mais altos. O piso sobe para R$ 1.787,78. Quem tiver salário menor que isso será isento. Os andares de cima, onde o imposto varia de 15% a 27,5%, também serão atualizados.

A correção das faixas do imposto de renda é de 4,5%, ou seja, não atualiza sequer a inflação de 2013 – que, segundo o Boletim Focus do Banco Central, deve chegar a 5,7%.

O tributarista Miguel Silva faz um cálculo para mostrar o que vai acontecer com um trabalhador que ganhava até 31 de dezembro R$ 1.710, era isento e teria o salário corrigido pela inflação.

“Ele vai ganhar a partir de 2014, R$ 1.809. Ele não era contribuinte em 2013, passa a ser contribuinte a partir de 2014, vai pagar imposto”, aponta Miguel Silva, advogado tributarista.

Segundo levantamento do Dieese, o Departamento Inter-Sindical de Estudos Socio-Econômicos,desde 1996 as faixas do Imposto de Renda não acompanham de perto a inflação.

Se acompanhassem, só pagaria o tributo o brasileiro que tem salário a partir de R$ 2.758 reais. Mas, em 2014, quem ganhar R$ 1.787 já vai pagar.

“O primeiro efeito é que menos gente pagaria Imposto de Renda. E o segundo efeito é que aqueles que vão pagar pagariam menos. Teria mais dinheiro para consumir, para gastar, teria mais dinheiro para poupar fazer aplicação, enfim, seria um ganho para os trabalhadores, todos ganhariam, né?”, explica José Silvestre Oliveira, coordenador Relações Sindicais do Dieese.

Clique nas imagens e assista as reportagens (Jornal Nacional e Bom Dia Brasil) e tire sua conclusões quanto a prioridades e defesa do governo em relação aos trabalhadores (pois são esses que pagamos imposto de renda, já descontado no salário, e nessas faixas estapafúrdias criadas pelos burocratas da Receita Federal).

Imposto de Renda

Correção abaixo da inflação aumenta número de contribuintes do IR

Imposto de Renda - Bom Dia Brasil

6 pensamentos sobre “Mais brasileiros vão pagar imposto de renda. A correção das faixas não atualiza a inflação

  1. Sacanagem antiga que todos os governos usam para tungar a todos, pois a correção correta subiria as faixas de alíquotas.
    Era de se esperar que num governo “nosso” que as coisas de passassem de maneira diversa, mas…
    Como diria Holanda Cavalcanti, “nada mais parecido com um saquarema do que um luzia no poder”. Isso no Império.

    Abs

  2. O negócio dos governos é meter a mão no bolso do brasileiro e bancar a vida de muitos políticos ladrões! Infelizmente.

  3. Eis aí um bom exemplo do partido que traiu os trabalhadores ao invés de defendê-los. Os índices da inflação só valem quando é pra tomar decisões sobre o aumento de juros. Se é pra de algum modo beneficiar o trabalhador, então não valem. O Imposto sobre a Renda, por si só, já é um atentado, haja vista tantos impostos que já pagamos. Não demora muito e eles darão um jeito de taxar quem ganha um salário mínimo. Se fizermos uma projeção aritmética (e olha que sou uma negação em matemática), vamos constatar que os índices de correção da tabela pendem pra ser cada vez menores em relação à inflação (e quanto menor for o percentual, mais gente pagando o IR), de modo que, já num médio prazo, o percentual de correção do salário mínimo vai se equiparar ao da correção da tabela do Imposto. Resultado: o cidadão que ganha o seu suado salário mínimo vai ter que se submeter a um “pequeno” rugido do leão. Mas e daí, né? “A gente ganha a copa do mundo em casa, apaga o maracanaço de 50 e fica tudo certo”.

    Abração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s