Nelson Mandela: uma vida dedicada à luta contra o racismo

Quando morre um ícone da humanidade; um cidadão que lutou bravamente por um povo excluído; que ficou preso injustamente tantos anos e, no mesmo país em que sofreu tanta barbaridade, se tornou presidente; alterou o rumo de vida de tanta gente (Obama disse que jamais chegaria a presidente dos Estados Unidos se não fosse a luta de Mandela contra o apartheid), temos é que fazer silêncio e deixar a História ser contada por sua cronologia.

Viva Nelson Mandela!

Nelson Mandela - cronologia

Nelson Mandela - II

10 pensamentos sobre “Nelson Mandela: uma vida dedicada à luta contra o racismo

  1. Pingback: Figueiredo

  2. Esse discurso dele me ensinou muito com poucas palavras!
    “Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes.
    Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta.
    Nos perguntamos: “Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?” Na verdade, quem é você para não ser tudo isso?…Bancar o pequeno não ajuda o mundo. Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você.
    E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo”.

    (Discurso de posse, em 1994)
    Nelson Mandela

  3. Nobre amigo Brown,
    Esse HOMEM, marcou a historia do século passado. Nunca, NUNCA esse HOMEM será esquecido pelo seu povo e nem por toda a humanidade.
    Fico a me perguntar: Como seria um embate desse HOMEM, com aquele que tentou dizimar os Judeus?
    Emocionei-me quando assisti na tv o anúncio da morte do grande e incansável líder negro NELSON MANDELA.
    DEUS, certamente ira explorar todo seu conhecimento em alguma colônia espiritual.
    Abraços,

  4. Bomfa,

    Estamos fechando a edição do TRT Cultural cuja capa é sobre o racismo, veja que coincidência.
    Posso usar esse seu texto, com sua assinatura?
    bj e ubuntu

  5. Bomfa:

    Duas coisas para mim, dentre tantas, marcaram a vida de Nelson Mandela: deixar a prisão, depois de tanto tempo confinado, sem ódio e não querer permanecer no poder, após assumir, com todos os méritos, a presidência do seu país.
    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s