Antônio Matos comenta o campeonato baiano de futebol

Competente no Jornalismo – na chefia de reportagem e na crônica esportiva – Antônio Matos é aquele profissional e amigo que prestigia qualquer veículo de comunicação com sua participação. Daí a importância de seu comentário sobre o campeonato baiano de futebol neste blog. Matos foi atleta e é um torcedor do Ypiranga de quatro costados (o blog publicou em 2011 a paixão do cronista pelo aurinegro). “Embora jogasse pelo Vitória – fui bicampeão juvenil 1962/1963 – sou ypiranguense e, em breve, em 2014, se Deus quiser, estarei novamente na 1ª Divisão do futebol baiano”, afirma Matos. E vamos ao comentário:
Antônio Matos (de gravata) quando doou sua faixa de bicampeão juvenil do Vitória para o acervo do rubro-negro, em julho de 2012 - foto de Francisco Galvão

Antônio Matos (de gravata) quando doou sua faixa de bicampeão juvenil do Vitória para o acervo do rubro-negro, em julho de 2012 – foto de Francisco Galvão

O título, a humilhação e a FBF
Antônio Matos
Usando um jargão muito comum no ambiente esportivo (e, em especial, no futebol), afirmo, sem medo de errar, que o Vitória sobrou neste campeonato baiano, encerrado domingo (19/05), debaixo de muita chuva, no Barradão. Na verdade, a competição apenas formalmente acabou ali, com aquele empate de 1 x 1, frustrante para os rubro-negros, esperançosos por um outro triunfo, de preferência com uma nova goleada. Ela já tinha terminado desde o domingo anterior, dia 12, quando o Vitória massacrou o Bahia, derrotando-o por 7 x 3, num jogo em que Dinei mostrou o porquê do técnico Caio Júnior insistir em, contrariando muita gente, mantê-lo como titular do time.
Certo que o Vitória andou tropeçando no Botafogo, na Fonte Nova, e no Juazeiro, no Barradão, jogando muito mal e que perdeu também, no Adauto Moraes, para o Juazeirense, nas semifinais, quando optou por administrar o resultado, após a goleada de 4 x 0 imposta ao adversário no jogo de ida, mas nada que o tirasse do rumo. Nas 12 partidas que fez pelo campeonato baiano, venceu oito vezes e marcou 29 gols. Ganhou três dos quatro Ba-Vis, sendo duas de goleadas: 5 x 1, na inauguração da Arena Fonte Nova, e 7 x 3, na primeira final, também na Fonte Nova.
Embora o Juazeiro tenha se destacado na fase inicial da competição – sem as presenças do Vitória, do Bahia e do Feirense, que disputavam a Copa do Brasil – e do excelente desempenho do Juazeirense na segunda etapa do certame, não há como negar que foi o Vitória o melhor time do campeonato. Repetindo o jornalista esportivo Darino Sena (Rede Bahia), sempre equilibrado em suas análises, foi dos mais justos o título conquistado pelos jogadores rubro-negros. Com o melhor elenco disparado dentre todas as equipes, com um técnico moderno e criativo e  muito organizado também fora do campo, soube pavimentar o caminho para chegar ao pódium  sem sobressaltos.
Um breve comentário sobre o Bahia e a Federação Baiana de Futebol. Não fosse um regulamento protetivo para a dupla Ba-Vi (imposto pelo Conselho Técnico da FBF  e aceito, à exceção da Juazeirense, passivamente pelos demais clubes), o Bahia nem às semifinais chegaria. Com elenco limitado e um time com muito poucas opções, caminhou se arrastando, sem méritos, até a decisão do campeonato, graças a regras exdrúxulas que permitiram que só entrasse na disputa na segunda fase e que previam a classificação para as semifinais dentro do grupo,  evitando-se assim confrontos com o  Vitória nesta penúltima etapa do campeonato e a possibilidade de ficar de fora da Copa do Brasil de 2014.
Sem querer, a Federação Bahiana de Futebol, com sua desnecessária blindagem à dupla Ba-Vi, acabou concorrendo decisivamente para que o Bahia, de tantas tradições e com uma massa torcedora inigualável, fosse humilhado pelo Vitória em, pelo menos, dois massacrantes clássicos realizados este ano.
*Antônio Matos, jornalista e delegado de Polícia,  é ex-presidente da Associação Bahiana dos Cronistas Desportivos
antonius74@bol.com.br
No Twitter

Twitter - Antônio Matos e o campeonato baiano

4 pensamentos sobre “Antônio Matos comenta o campeonato baiano de futebol

  1. Pingback: Jorge Andrade

  2. Dully Pepper agora está seguindo Blog do Brown

    Dully Pepper acabou de começar a seguir você em https://blogdobrown.wordpress.com. Um e-mail lhe será enviado sempre que você publicar um post. Parabéns.

    Você pode ver o que estão fazendo! Talvez você goste tanto do blog dele(a) quanto ele(a) gostou do seu!

    Ver Perfil em http://pt.gravatar.com/dullyopimenta
    Posts legais de Dully Pepper:

    Sua foto pode vivar uma arte
    Qual é a cidade da foto?
    Desafio Dully Pepper Click e veja o novo desafio!

  3. Muito boa sua análise, Antônio Matos. Se a imprensa esportiva da Bahia tivesse gente assim atuando seria bem melhor. Parabéns.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s