Professor José Cláudio explica a pesquisa de Ex-votos no Caderno 2+Mais do A TARDE

O jornal A TARDE publicou na segunda-feira, 14 de janeiro, uma reportagem no Caderno 2+Mais com o professor José Cláudio Alves de Oliveira, pesquisador do tema Ex-votos e coordenador do projeto Ex-votos das Américas.
No dia da Festa do Bomfim, José Cláudio, convidado pela TV Educativa, fez os comentários sobre o tradicional evento durante a transmissão da emissora.
Veja aqui informações do Blog dos Ex-votos.
O Blog do Brown – que já publicou diversos posts sobre Ex-votos e atividades acadêmicas do Doutor em Comunicação e Cultura Contemporânea  José Cláudio, parabeniza-o e a sua equipe pelos brilhantes trabalhos.
José Cláudio na sala de milagres da Igreja do Bomfim, que guarda ex-votos

José Cláudio na sala de milagres da Igreja do Bomfim, que guarda ex-votos

Abaixo o texto da reportagem feita pela repórter Daniela Castro. A foto é de autoria de Adilton Venegeroles/Agência A TARDE
Cultura de fé
O pesquisador, que coordena o projeto Ex-votos das Américas, acaba de chegar de viagem à Costa Rica
 PERFIL: Estudioso há mais de 20 anos da simbologia cultural dos ex-votos, professor baiano José Cláudio Alves de Oliveira pesquisa santuários e museus nas Américas Cultura de fé
Na sexta-feira, 10 de janeiro, o pesquisador José Cláudio Alves de Oliveira chegou de uma viagem de estudos à Costa Rica, direto para uma entrevista na Colina Sagrada. Na bagagem, nos trouxe suas impressões sobre o santuário de Nossa Senhora dos Anjos, em Cartago, e uma constatação – seja onde for, a fé, para além da religião, é um traço cultural.
O tema vem à tona às vésperas de mais uma Lavagem do Bomfim, que faz aflorar em baianos e turistas o desejo de se comunicar com o divino. A fitinha colorida – para cada pedido um nó – é o caminho mais corriqueiro. Mas adentrar a sala de milagres da igreja permite desvendar um pedaço oculto da cultura do povo. O veículo que conta essa história é o ex-voto, objeto-símbolo de gratidão por uma graça alcançada.
No caso da Igreja do Bomfim, a representação vai além das tradicionais réplicas de membros do corpo, feitas de parafina. Tem fotografia, resultado de exame médico, diploma de formatura, patente militar, imagem de santo, cópia do diário oficial, raquete, berimbau.
Testemunho volátil
“É um documento que testemunha uma história de vida, num espaço de cultura popular onde as pessoas têm a liberdade”. A história do povo, que não aparece na televisão nem no jornal, é publicizada  através dos ex-votos”, defende o pesquisador de 45 anos, que há 23 se dedica ao assunto. Curiosamente, trata-se de um “arquivo” volátil por natureza. Por conta do volume de ex-votos depositados todos os dias há décadas, é preciso descartá-los de tempos em tempos. Fotografias e outros objetos de papel são incinerados. As peças feitas em parafina são doadas às Obras Assistenciais Irmã Dulce, onde servem de matéria-prima para a fabricação de velas. Eventualmente, algo vira “souvenir” de um visitante menos temente a Deus.
Traços do povo
José Cláudio Alves de Oliveira coordena o projeto Ex-votos das Américas, que conta com apoio do CNPq e Fapesp. A recente viagem à Costa Rica integra a agenda de trabalho deste projeto, que já o levou também para Estados Unidos e México. As próximas pesquisas serão na Guatemala, Nicarágua, El Salvador e Porto Rico. Oliveira também coordena o Núcleo de Pesquisados Ex-votos da Universidade Federal da Bahia, onde obteve formação em museologia, história, artes visuais, comunicação e cultura contemporânea, além de atuar como professor. Atualmente, faz pós-doutorado na Universidade do Minho, em Portugal.
Em suas incursões na Igreja do Bomfim, ele conta com a colaboração do padre Edson Menezes, que valoriza o papel do  ex-voto como registro da religiosidade, mas não deixa de observar a dimensão cultural da fé.
“Não é à toa que Nossa Senhora tem os traços físicos e a cor de cada povo. No Brasil ela é negra, na América Latina é índia, na Europa é branca”, exemplifica.

15 pensamentos sobre “Professor José Cláudio explica a pesquisa de Ex-votos no Caderno 2+Mais do A TARDE

  1. Minha esposa me chamou a atenção para essa matéria. Li e gostei muito. Parabenizo o professor José Cláudio pelo trabalho excelente que faz, inclusive divulgado o nome do Brasil no estrangeiro.

  2. O nosso país precisa de pesquisadores como o professor José Cláudio. Interessado e que se aprofunda nos assuntos.

  3. Eu li a reportagem no jornal e fiquei feliz por o assunto despertar em mim a vontade de saber mais de ex-votos. Agora, no blog, fiquei ainda mais incentivada.

  4. A pesquisa é muito interessante. E o blog é tão organizado…
    Os posts são sempre de bom senso, parabéns por fazer a diferença Blog do Brown.

  5. Excelente pesquisa, professor. Continue com essa dedicação, nosso país precisa de intelectuais assim.

  6. Conheço essa região onde o professor José Cláudio esteve fazendo sua pesquisa. É tudo muito bonito e precisava de um intelectual abnegado, como o Doutor José Cláudio demonstra ser, para divulgar os Ex-votos. Parabéns.

  7. Poxa Bonfim, que legal a divulgação do trabalho de Cláudio.
    Meus parabens.
    Que bom ver o trabalho disseminado.

  8. O grande valor desse trabalho é que ele é escrito de uma forma que a maioria das pessoas possam entender. Ex-votos é um belo assunto, embora pouco difundido. Parabéns pelo trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s