Em tempos de eleição, chame por sua consciência!

Nesses tempos de “esquecimento” é importante que você dê uma olhada no blog fernandoconceicao Literatura, jornalismo, bier e poeira e veja o que já aprontou um dos candidatos à Prefeitura de Salvador.
É sempre assim, eles aprontam e depois reaparecem como “salvadores da pátria”.
Ao tempo em que estranha o silêncio da mídia sobre as peripécias de Mário Kertész, o jornalista Fernando Conceição frisa que “200 milhões de dólares seria o total estimado do rombo que Mário Kértèsz deixou para os munícipes de Salvador, no tempo em que foi pela segunda vez prefeito da capital baiana*, entre 1º de janeiro de 1986 e 31 de dezembro de 1988. Ao mesmo tempo, tornou-se um dos mais bem-sucedidos empresários da Bahia, com negócios varios – inclusive no setor dos meios de comunicação de massa”.
Acrescente-se a essas informações a ação trabalhista de treze jornalistas demitidos do Jornal da Bahia há 21 anos. A ação vencida em todas instâncias jamais foi paga. A Justiça trabalhista não encontrou bens em nome do então proprietário do jornal, Mário Kertész, e depois não conseguiu superar as manobras jurídicas do homem que agora quer botar Salvador ao seu jeito.
Leia, informe-se, políticos sempre acreditam que você vai esquecer o eles fizeram ou não fizeram!

5 pensamentos sobre “Em tempos de eleição, chame por sua consciência!

  1. Parece que os eleitores pensaram direito. O fato do adversário do candidato do governo ganhar o primeiro turno mesmo tendo tudo contra (máquina do governo, aparições de presidente da República – uma decepção pra mim – e do ex-presidente, o rei do mensalão, e ainda ter bem menos tempo no rádio e na TV) demonstra que os eleitores mandaram um recado: não estamos gostando de seu governo, dr. Jaques Wagner.

  2. Meu caro
    Este é um Estado onde o governador é um simulacro de ditador, o Judiciário e o Ministério Público auxiliares do governador e um povo que vive só para o barulho do que chamam de pagode, sem consciência que os políticos só querem se enriquecer. E antes que me acusem de preconceito, quero dizer que me refiro a gente de todas as classes.

    Abraço,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s