A TARDE: trabalhadores fazem manifestações diárias, mas patrões não cedem às reivindicações

Os trabalhadores de A Tarde continuam na luta para conseguir o reajuste salarial. Leia o boletim feito pelos sindicatos das categorias de trabalhadores da empresa e veja as fotos de autoria de Marcos Venâncio, feitas na terça-feira, 28 de junho. Parabéns à turma que não arreda pé das suas reivindicações. E tomara que os boicotadores consigam em algum momento pensar, raciocinar e sair do marasmo. Está em jogo o futuro de todos, não só dos que estão participando das manifestações.

BOLETIM -28/06/2011
Funcionários de A Tarde fizeram uma manifestação barulhenta nesta terça-feira, à tarde, na Avenida Tancredo Neves. Acompanhados de carro de som e uma banda de percussão, levaram faixas e apitos ao longo da avenida, mostrando a indignação com a inflexibilidade da empresa, que mantém a proposta de 1,62% de reajuste salarial, rejeitada pelos jornalistas, gráficos e pessoal da área administrativa.

Nesta quarta-feira (29), às 15 horas, uma nova rodada de negociação será realizada na Superintendência Regional do Trabalho, que vai mediar a reunião entre sindicatos e empresa. Às 18 horas, numa breve assembleia, será repassado o resultado de mais esse encontro, que vai definir as novas etapas da mobilização.
A princípio, já está marcada uma assembleia para a quinta-feira, às 14 horas, no pátio da empresa. Os trabalhadores de A Tarde mantêm o firme propósito de lutar por um reajuste digno e compatível com o trabalho que realizam e recompor as perdas salariais que acumulam nos últimos três anos, processo de recomposição que terá início com o reajuste que tem por base o INPC, de 6,03%.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Bahia (Sinjorba)
Sindicato dos Empregados de Empresas de Jornais da Bahia (Sadejorba)
Sindicato dos Gráficos do Estado da Bahia (Sindgráficos)

Um pensamento sobre “A TARDE: trabalhadores fazem manifestações diárias, mas patrões não cedem às reivindicações

  1. Exceto este blog, ninguem quer publicar,nem mesmo citar nada sobre este acontecimento, os Simões já tem tanto poder assim???
    O governo da Bahia esta injetando um “grana legal” em forma de publicação de um caderno Especial que circulará esta semana. Pelo menos a grana para pagar alguns fornecedores está pintando, e os colaboradores irão receber ainda com atraso?. Os gestores tem que aprender a botar o chapéu, onde a mão alcança, e valorizar o ser humano, pois sem estes, nada se faz. ao longo destes anos, quantos bons funcionários foram dispensados,e quantos outros pediram para sair? o que só fez agravar a crise interna, sem contar com a arrogancia do digamos “ex menino de arembepe” lembram, aldeia hypie, e outras coisitas mais (…)
    Enquanto o saudoso Ernesto Simões (fundador do periodico) praticamente “respirava” junto aos funcionários, os atuais Simões, mantem uma larga distancia, na contra mão das grandes Empresas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s