Lançamento de Lampião – Assaltos e Morte em Sergipe, autoria de Juarez Conrado Dantas

Conheci Juarez Conrado Dantas no início dos anos 90. Respeitado, era considerado um dos melhores jornalistas de A Tarde, daquela época. Ele é o pai da jornalista Rita Conrado.
Formado contador, Juarez Conrado Dantas  começou a vida de trabalhador como auxiliar de escritório nas empresas Marmoraria São Francisco e Sociedade Bahiana de Importação, e depois como redator de atas na Câmara Municipal do Salvador. Foi também deputado estadual. No jornal A Tarde foi editor de política, redator, chefe de reportagem, secretário de redação e colunista, além de diretor da Sucursal Sergipe.
No ano passado, em outubro, próximo ao lançamento de mais um livro de sua autoria, Juarez Conrado Dantas morreu aos 79 anos. Mas seus filhos, seus familiares mantiveram a garra que o pai sempre demonstrou em defesa da profissão e deram seguimento à programação que ele havia traçado. No texto feito pelos Conrado Dantas, aí abaixo, você fica por dentro de todo o roteiro e a programação do lançamento de Lampião – Assaltos e Morte em Sergipe.
Sinta-se convidado. Fique agora com a família Conrado Dantas:

A família do saudoso Juarez Conrado convida para o lançamento póstumo de seu penúltimo livro.
Os convites começaram a ser distribuídos e muitos dos inúmeros amigos dele já confirmaram presença.
O evento será também uma homenagem ao escritor e jornalista.
Agradeço a vocês a divulgação e aproveito para convidá-los. O livro é muito interessante.

Um abraço

Marta Mari
Jornalista DRT 662-SE
Telefone 79-9991-5866

Maiores Informações com Helder Dantas (um dos 8 filhos de Juarez que está na organização do evento), telefone 79-9191-8524.

Fonte: lampiaoaceso.blogspot.com

Fonte: lampiaoaceso.blogspot.com

 
Juarez Conrado DantasO Jornalista, o Escritor
Lançamento póstumo de Lampião – Assaltos e Morte em Sergipe
O árduo exercício do Jornalismo em Sergipe tem seus grandes nomes. Juarez Conrado Dantas (in memoriam) é um deles.
Nascido na Bahia, radicado em Aracaju, e pelos serviços prestados a este Estado, Cidadão Sergipano reconhecido pela Assembléia Legislativa em Título concedido no ano de 1995.  
Como diretor da sucursal do jornal A Tarde (BA), Juarez Conrado, manteve em evidência os acontecimentos importantes do nosso Estado ao criar o encarte Caderno de Sergipe, que circulava semanalmente no jornal baiano.
Juarez nos deixou recentemente, no dia 25 de outubro de 2010, semanas antes do lançamento previsto de ‘Lampião – Assaltos e Morte em Sergipe’.
Fonte: lampiaoaceso.blogspot.com

Fonte: lampiaoaceso.blogspot.com

Estava trabalhando em dois projetos: Neste – o segundo estudo sobre o Cangaço; e numa compilação de seus artigos publicados em vários órgãos da imprensa brasileira.
A família Conrado Dantas e os amigos mais próximos se uniram para realizar o lançamento póstumo de Lampião – Assaltos e Morte em Sergipe, que acontece no próximo dia 14 de abril (quinta-feira) na Biblioteca Ephifhânio Dória, a partir das 19h30min. O outro projeto, a compilação de artigos, também está em andamento, com lançamento previsto ainda este ano.
Sobre o livro:
Fonte: cariricangaco.blogspot.com

Fonte: cariricangaco.blogspot.com

O segundo estudo de Juarez Conrado sobre o cangaço além de revelar Lampião como um brilhante estrategista militar, apresenta também o roteiro minucioso da entrada e saída do Rei do Cangaço em 16 municípios do sertão sergipano.  Registro farto de imagens, documentos e referências bibliográficas. Um livro de estudo. Um estudo transformado em livro. 
O escritor
Fonte: lampiaoaceso.blogspot.com

Fonte: lampiaoaceso.blogspot.com

A estreia literária acontece com Sindicato da Morte, pesquisa sobre o banditismo organizado no Nordeste Brasileiro, lançado em 1966.
Em seguida revela o romancista e lança ‘A Dama da Noite’ e ‘O Último dos Coronéis’.
Retoma o jornalismo investigativo no ano de 1983 e lança A Última Semana de Lampião. Adaptado para o cinema, o filme, com 60 minutos de duração, foi totalmente gravado em Sergipe, com técnicos e artistas sergipanos. A produção foi exibida em rede nacional pela TV Educativa e premiada no Festival de Cinema de Cuba.
No ano de 1990 envereda pelas veredas da prosa e da poesia e lança ‘O Grande Akuntô’, sobre a escravidão negra no Brasil. Traduzido para o Francês, Inglês e Yorubá, e lançado simultaneamente na Nigéria, Angola e Zaire.
O lançamento póstumo de Lampião – Assaltos e Morte em Sergipe, na noite do próximo dia 14 de abril é também uma homenagem.
Lampião – Assaltos e Morte em Sergipe
Local: Hall da Biblioteca Epiphânio Dória
Data: 14 de abril de 2011
Início: 19h30
Roteiro:
19h30 – Exibição do filme: A Última Semana de Lampião, totalmente gravado em Sergipe.
20h30 – Breve agradecimento da família aos amigos que ajudaram no lançamento.
20h45 – Coquetel e apresentação do Grupo de Dança Mafuá, com uma coreografia sobre o Cangaço.

Um pensamento sobre “Lançamento de Lampião – Assaltos e Morte em Sergipe, autoria de Juarez Conrado Dantas

  1. Pingback: juarez epublica _homenagem póstuma « falandonalata1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s