Nova enquete: Câmara Municipal vai decidir futuro de João Henrique

 

Você sabe, numa sessão realizada em 9 de dezembro, o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou, por unanimidade, as contas da Prefeitura de Salvador, da responsabilidade de João Henrique de Barradas Carneiro, relativas ao exercício de 2009. Como o prefeito é reincidente em várias irregularidades, o relator Paolo Marconi imputou ao gestor multa no valor de R$ 5 mil e determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$ 5.263, referente a pagamento a mais, no mês de julho, ao secretário Ailton dos Santos Ferreira. Cabe recurso da decisão.
Depois do julgamento do pedido de reconsideração, as contas seguirão para a Câmara Municipal de Salvador. Caso os vereadores mantenham a rejeição das contas, João se tornará inelegível por oito anos. Para você exercitar sua política futurista: são 41 vereadores. Para escapar do impeachment o prefeito teria que obter, no mínimo, 28 votos (dois terços do conjunto de vereadores) favoráveis. Uma análise mais otimista dos defensores apontam para 26 o número vereadores que apoiariam sua permanência hoje. Mas a política partidária é muito dinâmica, você sabe, e tudo pode mudar.
Esta é a nova enquete do blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s