Sarau em homenagem a Jônatas

J ô n a t a s
C o n c e i ç ã o
AS SAUBARAS INVISÍVEIS
A memória é redundante: repete os
símbolos para que a cidade comece
a existir.
Ítalo Calvino
Chega-se a Saubara pelo caminho do mar.
Às velas, barcas velhas velejam rumo à baía.
Viagem de gentes, trapos, mercadorias,
Odores repelentes que recendem tumbeiros
Travessia de longínquas noites
(“Aquela viagem era uma eternidade!”)
que ao vento cabia a tarefa de um porto feliz.
Chega-se a Saubara por via de muitos rios
Do rio para o mangue, do mangue-rio para o mar.
Caminhos do leva-e-traz mercantil
Ao porto de amaros negócios
Percurso de antigos navegantes
Fundadores do eterno dar-se saubarense
Desbravadores de restos da flora e fauna do lugar.
Chega-se, finalmente, a Saubara pelo primado da fé.
Seus marujos e rezadeiras procuram, há muito,
o caminho da salvação.
Seus filhos e netos, há pouco, descobriram outros caminhos…
Procuram, pela novidade alheia, desesperadamente,
outra cidade inventar.
Os perseguidores da fé a tudo ver B oram choram
(A São Domingos que é de Gusmão que nos vele@)
as chamas das velas revelam.
Jônatas Conceição
JÔNATAS CONCEIÇÃO DA SILVA tem Maria Isabel da Silva e Tertulino Sales da Silva como mãe e pai. Nasceu em 1952, em Salvador/BA, mas poderia ter sido na Saubara, terra do seu pai. Professor de Língua Portuguesa, Radialista, diretor e coordenador do Projeto de Extensão Pedagógica do Bloco Afro Ilê Aiyê.

Jônatas Conceição, Natinho para seus familiares, nasceu em 8 de dezembro, como lido na poesia acima. Ele nos deixou em 3 de abril de 2009, como o blog mostrou. Na quarta-feira, 8, uma das irmãs dele, Angélica Maria da Silva informou que a família e amigos fariam um sarau no Engenho Velho de Brotas. Eu já soube que foi uma maravilha (Bomfim, obrigada pela sua divulgação. Pessoas que eu não pude informar  sobre o sarau,   porque  não tinha o telefone, apareceram lá. Apesar da tristeza, foram muito bonitos os depoimentos. Pediram para eu fazer outros . A partir de sábado lhe envio as fotos. Um abraço. Angélica Maria da Silva).
A homenagem a seguir é do diretor do Ilê Aiyê, Roberto Rodrigues.

 

4 pensamentos sobre “Sarau em homenagem a Jônatas

  1. Pingback: homenagem posta «

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s