Perspectivas em Movimento

Ao pormos o mundo em perspectiva, perspectivamo-nos. Então, sentimos que uma única perspectiva não nos bastava. Colocamo-nos em movimento. E no movimento criamos uma rede tão diversa quanto as nossas perspectivas.
Assim foi que experienciamos nossos limites e potencialidades. Vivemos angústias, medos, impotência, incertezas, mas também alegrias e transformação. Era um jeito curioso de autoconhecermo-nos. No encontro. Quase um susto. Ao modo do pasmo que vive a criança de Fernando Pessoa que, ao nascer, repara que deveras nascera.
Nascemos muitas vezes. Co-nascemos.
O estado de animação era permanente. Estávamos menos sós e mais corajosos para insistir nos deslocamentos. A arte foi o que nos abriu os caminhos e as entranhas – e lá nos encontramos, todos, em estado de espelho. Na medida em que nos perspectivávamos, fortalecíamo-nos e nos descobríamos divinamente criadores de novos mundos e possibilidades.
Ao findarmos esse processo, esperamos que as intensidades experimentadas continuem reverberando em nossos corpos, em nossas almas, em nossas vidas, e que num movimento de expansão possamos incluir VOCÊ NESSA REDE.
Nós, integrantes do PERSPECTIVAS EM MOVIMENTO:
INCLUSÃO ARTÍSTICO-CULTURAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA
Temos o grande prazer de convidar V. Sa para participar da celebração de encerramento das nossas atividades. Consideramos que a sua presença é de grande relevância para potencializarmos movimentos que resultem em políticas públicas de acessibilidade, para garantia dos direitos humanos fundamentais.
LOCAL: ESPAÇO XISTO BAHIA – Rua General Labatut, 27- Barris. Salvador-Bahia
SALA: Emília Biancardi.
DATA: 17 de agosto de 2010
HORÁRIO: 9 horas
Encerramento das atividades do
“Projeto Perspectivas em Movimento”
 O projeto Perspectivas em Movimento: inclusão artístico-cultural da pessoa com deficiência, fruto do edital de formação da Fundação Cultural do Estado da Bahia, completou quatro meses, totalizando 480 horas de trabalho intensivo, qual seja, a realização de oficinas de teatro e de contato e improvisação, para pessoas com deficiência, professores da rede pública de ensino e de instituições especializadas, pais e cuidadores.
A despeito das dificuldades enfrentadas, podemos afirmar que logramos resultados que ultrapassam quaisquer expectativas que tivemos ao iniciar essa jornada.
A convivência com o diverso através da arte tem proporcionado experiências transformadoras que, esperamos, extrapolem os limites do nosso grupo, em direção a políticas públicas que fortaleçam os direitos fundamentais da pessoa com deficiência, ampliando ações de inclusão e de acessibilidade, conforme promulgado na Constituição Federal art. 215.
Aqueles que conosco caminharam foram fundamentais para consecução dos nossos objetivos e metas.
Assim, decidimos celebrar com nossa vontade de arte, realizando uma aula/espetáculo no dia 17 deste, a fim de devolvermos à comunidade o investimento feito. O encontro acontecerá no Espaço Xisto Bahia, na sala Emília Biancardi, às 09 horas. Este é o nosso modo de dizer à comunidade que persistiremos em propósito de deslocar perspectivas.
Ninfa Cunha – Coordenadora Geral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s