A Copa e os boatos

Se há uma coisa que pode superar a velocidade da luz é o boato. E agora na Copa do Mundo não podia faltar. Recebi dezenas de mensagens com uma história que Fátima Bernardes tentara entrar no treino da Seleção Brasileira. Barrada por Dunga, teria conseguido autorização de Ricardo Teixeira e então… O novo herói Dunga manteve a barração, num desafio claro à Rede Globo. Pura bobagem. Mas, como dizem por aí, faz parte.
Confira a entrevista de Fátima Bernardes a Cosme Rímoli:

Fátima Bernardes é responsável pela superlotação de mulheres nas faculdades de jornalismo.
Todas querem ser Fátima Bernardes.
Bonita, inteligente, versátil e feminina.
Trabalha ao lado do marido competente e bonitão.
Fala para milhões de pessoas no horário nobre.
Viaja o mundo fazendo grandes coberturas.
E nessa sua peregrinação, a Copa do Mundo se tornou obrigatória.
Ainda por ser vascaína, entende de verdade de futebol.
Desde a campanha vitóriosa de 2002, com Felipão, no Japão, ela está nas Copas do Mundo.
Ela acabou se tornando personagem, sem querer, da conquista do pentacampeonato.
A liberdade que a TV Globo tinha com aquela seleção era impressionante.
Exclusivas no lobby do hotel.
Jogadores visitando estúdio.
Com espaço à vontade, Fátima pôde mostrar sua competência como repórter.
O clima era de alegria, com as vitórias, com o tapete vermelho que foi estendido para a Globo
Para a primeira dama do jornalismo.
Luiz Felipe teve até uma atitude paternalista em relação à ela, tratava com o carinho dedicado a uma filha.
A relação de Fátima com a seleção fazia bem para quem acompanhava tudo pela TV.
Bailarina de formação clássica, ela se deixou empolgar e no estúdio da emissora no Japão, dançou e encantou o Brasil.
“Dei uns passinhos no estúdio, de brincadeira, com o Galvão e os meus colegas jornalistas, não no ônibus da seleção.
Nunca faria isso com jogadores.
Não me exporia tanto, como você escreveu no seu blog, Cosme.”
Tomei a elegante bronca de Fátima Bernardes no lobby do hotel da seleção brasileira, aqui em Johannesburgo.
Repassei a bronca para quem me informou sobre o samba no ônibus em 2002.
Eu estava também no Japão e acreditei no que ouvi.
Peço desculpas a Fátima Bernardes.
Ela não sambou.
Só teve o privilégio imenso de estar no ônibus comemorando a conquista do pentacampeonato.
Privilégio inacreditável.
Espaço que a emissora carioca sempre teve.
Mesmo sem samba, a cena parece fantasiosa, nos tempos de Dunga.
Depois do justo puxão de orelhas, conversamos por 20 minutos.
E ficou claro para mim o que oito anos fizeram com a seleção brasileira.
Queira ou não, Fátima é a encarnação da TV Globo na Copa.
Percebi que ele não está nas coletivas, na zona mista, se afastou.
Não luta para fazer apenas uma pergunta entre os centenas de repórteres que participam das coletivas.
Dunga acabou com a liberdade, com os privilégios da emissora brasileira que comprou os direitos da Copa.
Não há como a apresentadora ter o papel significativo que teve em 2002.
E para piorar: sem notícias, lendas urbanas foram criadas em relação à Fátima.
“Como a internet virou terra de ninguém, histórias absurdas.
Escreveram que eu e o Tino Marcos fomos até a concentração exigir entrevistas exclusivas.
Tínhamos uma carta do Ricardo Teixeira nos autorizando.
E que o Dunga teria ido até o portão da concentração e rasgado a carta.
Uma bobagem imensa.
Essa mentira se espalhou.
Não aconteceu nada disso.
Depois disseram que eu já estaria até de volta no Brasil.
Eu estou lá e você está falando com um fantasma…
Fui cobrar e quem escreveu essa fantasia disse que no dia não tinha assistido à televisão…
Não disseram também que o Alex Escobar tinha saido da cobertura depois do problema com o Dunga?
Ele está todo dia no Bom Dia, Brasil.
Todos os dias…
Esses boatos são insuportáveis.
Vim para a África para trabalhar com dignidade como sempre fiz.
É será o que farei até o final, estando a seleção fechada, aberta para entrevistas, não importa.
E que fique claro que eu nunca pedi para ter privilégio.”
É verdade.
A facilidade para a Globo sempre foi oferecida.
A revolta de Fátima Bernardes é justa, significativa.
Demonstra o final de um tempo mais alegre, de maior amizade, proximidade.
Mas também de privilégios.
A CBF sempre foi mais aberta à TV Globo.
E Fátima podia mostrar seu talento.
Hoje, não.
Todos sentiram o forte golpe do confinamento imposto à seleção por Dunga.
A dor é democrática.
Porém a falta de acesso não justifica mentiras.
Fui o primeiro a entrevistar Fátima em 2002.
Em 2006, ela fez questão de falar outra vez comigo.
Mesmo com Galvão Bueno passando por perto e avisando, em tom de brincadeira, que eu era ‘perigoso’.
Fátima respondeu direta: “Confio nele”.
A entrevista saiu com o destaque merecido e não houve problema algum.
Minhas orelhas agora ardem pelo justo puxão, Fátima.
Mas o orgulho continua por ter você como leitora…

____________________________________________________________

Quem viu a Seleção da Holanda dos anos 70 jogar nunca vai se esquecer da categoria de Cruyff. Os holandeses brilharam nos mundiais de 74 e 78, mas não foram além do vice. Agora Cruyff reclama da falta de categoria da atual Seleção Brasileira. Quem concorda com ele? Veja a entrevista do ex-craque holandês:

Qua 30 de Jun 15:39 BRT
Cruyff dispara contra a atual seleção brasileira
Por Redação Y!
Antes do esperado confronto entre Brasil e Holanda pelas quartas de final da Copa do Mundo, o maior ídolo da história do futebol holandês, Johan Cruyff, criticou duramente a seleção brasileira de Dunga. “Eu jamais pagaria um ingresso para ver essa atual seleção do Brasil jogar”, disse ao jornal inglês Daily Mirror.
Cruyff, que foi grande craque na Laranja Mecânica de 1974, eliminando o Brasil daquela Copa, continuou seus disparos contra o técnico brasileiro: “Onde está a magia brasileira? Não consegui entender por que Dunga escolheu alguns jogadores. Onde está o talento no meio de campo? O Brasil precisa jogar com mais intensidade, mais ‘pegada’, porque eles não são especiais. São como qualquer outro time nesta Copa do Mundo”.
Apesar da crítica pesada, o holandês reconheceu a força da seleção brasileira. “Eles têm jogadores talentosos, mas jogam de uma forma mais defensiva e menos agradável de se ver. É uma vergonha para os fãs e para o torneio. Eles são um dos times que as pessoas querem ver”.
A atual seleção holandesa está com dificuldades para enfrentar equipes defensivas. Após a apertada vitória sobre a Eslováquia, por 2 a 1, nas oitavas de final, o atacante Ryan Babel lamentou: “Creio que é sempre difícil jogar contra times que não querem jogar futebol, que ficam te esperando”.
Entretanto, Babel tem opinião diferente de Cruyff sobre o Brasil. “Nós sempre jogamos melhor as partidas em que os adversários também querem jogar futebol. Então acho que na sexta-feira talvez possamos jogar melhor do que contra a Eslováquia, pois o Brasil não vai nos esperar na defesa”.

Um pensamento sobre “A Copa e os boatos

  1. COM SUAS LICENÇA TORCIDA VASCAÍNA

    DECLARO KIIIII
    DIREI CLARO ,PRA NÃO FICAR DUVIDAS NA ESCURIDÃO
    DE SUAS CONSCIÊNCIAS
    CERTO

    MESTRA EXTRAORDINÁRIA MISS APRESENTADORA

    FÁTIMA BERNARDES

    RESPEITO MUITO O MAJESTOSO TIME DO VASCO,
    MAS AQUI EM SÃO PAULO
    A MESTRA EXTRAORDINÁRIA APRESENTADORA
    É CUIDADOSAMENTE PELO TIME DO CORINTHIANS
    HUMILDEMENTE DIZENDO
    ÉEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
    NÓOOOOOOOOOOOOOOOIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ELA TEM UMA QUEDINHA PELO OUTRO LADO TAMBÉM,QUE ÉEEEEEE

    O TIMÃO PAULISTA

    CORINTHIANS

    Dois Rios Skank
    O céu está no chão
    O céu não cai do alto
    É o claro, é a escuridão

    O céu que toca o chão
    E o céu que vai no alto
    Dois lados deram as mãos

    Como eu fiz também
    Só pra poder conhecer

    O que a voz da vida vem dizer

    Que os braços sentem
    E os olhos vêem
    Que os lábios sejam
    Dois rios inteiros
    Sem direção

    O sol é o pé e a mão
    O sol é a mãe e o pai
    Dissolve a escuridão

    O sol se põe se vai
    E após se pôr
    O sol renasce no Japão

    Eu vi também
    Só pra poder entender
    Na voz da vida ouvi dizer

    Que os braços sentem
    E os olhos vêem
    E os lábios beijam
    Dois rios inteiros
    Sem direção

    E o meu lugar é esse
    Ao lado seu, no corpo inteiro
    Dou o meu lugar pois o seu lugar
    É o meu amor primeiro
    O dia e a noite as quatro estações

    ESSA É EM HOMENAGEM AO SAUDOSO

    TIME VASCO DA GAMA

    AS ESTRELAS ESTAMPADAS NO SÍMBOLO DO TIME DO VASCO,
    EU NÃO POSSO ALCANÇAR PRA TE PRESENTEAR

    MESTRA EXTRAORDINÁRIA MISS APRESENTADORA
    FÁTIMA BERNARDES

    MAS DEIXO AQUI O MEU CORAÇÃO

    CORINTIANO

    PRA VOCÊ

    Garota Fátima Bernardes Nacional

    Aqui nesse mundinho fechado ela é incrível
    Com seu vestidinho preto indefectível
    Eu detesto o jeito dela, mas pensando bem
    Ela fecha com meus sonhos como ninguém, uh
    Beat it laun, daun daun
    Beat it loom, dap´n daun
    Beat it laun, baun baun
    Conhece a ti mesmo que eu me conheço bem
    Sou um qualquer vulgar, bem, às vezes me esqueço
    E finjo que não finjo, ao ignorar eu sei
    Que ela me domina no primeiro olhar, uh
    Beat it laun, daun daun
    Beat it loom, dap´n daun
    Beat it laun, baun baun
    Eu quero-te provar, sem medo e sem amor
    Oh, quero-te provar
    Porque ela derrama um banquete, um palacete
    Um anjo de vestido, uma libido do cacete
    Ela é tão tão vistosa que talvez seja mentira
    Quem dera minha cara fôsse de sucupira
    Conhece a ti mesmo que eu me conheço bem
    Sou um qualquer vulgar, bem, às vezes me esqueço
    E finjo que não finjo, ao ignorar eu sei
    Que ela me domina no primeiro olhar, uh
    Beat it laun, daun daun
    Beat it loom, dap´n daun
    Beat it laun, baun baun
    Eu quero te provar
    Sem medo e sem amor
    Quero te provar
    Eu quero te provar
    Cozida à vapor
    Quero te provar

    NÉE

    EU BATO ‘ ‘ PALMAS PRA VOCÊ

    MESTRA EXTRAORDINÁRIA MISS APRESENTADORA
    FÁTIMA BERNARDES

    SOMENTE
    O NOME SOBRE TODO NOME É PERFEITO

    EIIII DEIXE ROLAR (ROLLING STONES)

    BEIJOS LINDA

    BÍBLIA

    I Coríntios 13.7

    Amor tudo sofre,
    tudo crê,
    tudo espera,
    tudo suporta,
    o amor jamais acaba.

    Amor

    Espera, sofre, tudo crê
    Suporta a dor e nunca morre
    É justo, não mente, é a verdade
    Humilde, sincero e sem vaidade

    Mesmo que eu fale a língua dos anjos
    Se eu não tiver amor
    Ainda que entregue tudo aos outros
    Nada terá valor

    Bondoso, perfeito, jamais acaba,
    É limpo, decente e sem maldade
    Mesmo que eu fale a língua dos anjos
    Se eu não tiver amor
    Ainda que eu entregue tudo aos outros
    Nada terá valor

    TUDO PASSA, TUDO CESSA
    TUDO SOME, TUDO ACABA, MENOS O AMOR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s