Crimes sem castigo

Natal. Ano-Novo. Nessas festas de fim-de-ano todo mundo – até os que aproveitam a movimentação maior para roubar e os degenerados que matam por motivo fútil ou mesmo sem motivo – abraçam, desejam felicidades e falam o nome de Deus em todas as frases. É um momento de reflexão, pondera o arcebispo dom Geraldo Majella. E é mesmo. Reflexão por um Estado que se faça representar por governantes verdadeiramente voltados para o bem-estar da população e não apenas para os joguetes políticos que lhes garantam vitórias a cada dois anos de eleições. É inevitável que a reflexão não seja feita – em se tratando de Bahia, mas seria a mesma coisa se eu estivesse em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas e outros estados – sobre a violência desembestada.
Dos governantes, o que temos são apenas discursos. Como acontece quando as decisões são políticas, o discurso sobressai e a prática se esvai.
Mas como negar os fatos?
Hoje, uma das manchetes do UOL – Delegado é morto a facadas na Bahia; 78 pessoas foram assassinadas no período de festas – dá bem a idéia de que a situação a  cada dia é mais favorável ao crime organizado. Há vinte anos não se registrava assassinato de delegado de polícia na Bahia. Este ano, foram dois. Em 29 de setembro, André Luis Serra de Souza, de 42 anos, delegado da Polícia Civil de Ipiaú, município a 353 quilômetros de Salvador, foi assassinado com dois tiros no peito.

As pessoas em volta do corpo do publicitário assassinado (foto de Claudionor Júnior – Ag. A Tarde)

Você sai do trabalho, resolve relaxar num barzinho em tese bem localizado e aí? Na segunda-feira, 28 de dezembro, criminosos mataram um publicitário durante assalto no bar De Passagem, no Horto Florestal. O rapaz era gerente da Papel&Cia do Shopping Iguatemi. Tinha 31 anos e uma vida inteira cheia de projetos perdida para bandidos que já perderam a vida há tempos. Hoje, a polícia anunciou a prisão dos suspeitos.

Delegado diz que teve que aplicar gravata para evitar fuga do suspeito (foto de Lúcio Távora – Ag. A Tarde)

Anteontem, adolescente de 16 anos foi apreendido acusado de chacina em Periperi. Os bandidos, ligados ao tráfico de drogas, balearam cinco jovens trabalhadores – só um sobreviveu – apenas para confundir a polícia na perseguição a fugitivos de uma delegacia.
Outras tragédias sociais de hoje: Morre ex-vereador de Coribe baleado na cabeça e Preso suspeito de matar cobrador em Cajazeiras
Se fôssemos fazer uma reflexão geral sobre a situação da violência, o blog ficaria ocupado só nisso por alguns dias, então vamos a um resumo dos casos que mais chamaram a atenção em termos de impunidade.
Como ficou a investigação do atropelamento causado por um soldado da Aeronáutica  e que matou mãe e filha em 18 de dezembro, em Lauro de Freitas? Ficou comprovado que o criminoso foi acobertado por uma guarnição da Polícia Militar, afinal, são todos “bróder” .
No que deu a investigação sobre o crime cometido por um tenente da Aeronáutica que, embriagado, provocou uma colisão em outubro de 2008, que deixou oito pessoas feridas, três delas em estado grave?
Nos dois casos, os criminosos foram tratados com regalias não só pela polícia como também, aliás, principalmente, pelo comandante da Aeronáutica na Bahia. Talvez por dar cobertura a criminosos na força que dirige o comandante recebeu título de cidadão de Salvador, dado pela Câmara de Vereadores em 4 de setembro de 2009.

E o assassinato dos professores de Porto Seguro, cometido em setembro de 2009? A Secretaria de Segurança Pública até agora não esclareceu nada esclareceu nada. Os professores fazem passeata. O sindicato tem audiências em Brasília, mas ninguém foi preso  e os assassinos continuam impunes.

O resultado da “roubadinha” do juiz. Matou o motociclista e está livre. Foto: http://pelegrini.org/politica/2179

E você ainda se lembra do juiz que deu uma “roubadinha” próximo ao prédio do Tribunal de Justiça e atropelou e matou um motociclista? Pois é, após o crime o juiz ficou nas dependências do TJ, não detido – afinal, são todos “bróder” – mas sendo medicado, porque o meretíssimo, coitado, ficou muito assustado.

Cigano Raimon, quando foi preso. O relaxamento de sua prisão pela Justiça, logo depois, deixou indignado o titular da SSP

Antes disso, um cigano matou um engenheiro, em Lauro de Freitas, em abril de 2009. Demorou a ser preso (cinco meses depois do crime), mas foi solto rapidamente, em 22 de outubro. Quem disse que a Justiça da Bahia não é ágil? A foto é do Camaçari Notícias
Boatos são muitos para a conquista da liberdade do cigano, mas o fato é que desta vez a Secretaria de Segurança, na pessoa do secretário César Nunes, demonstrou indignação e reagiu como qualquer cidadão, que não entende como um assassino que dispara nove tiros contra alguém, numa discussão de trânsito, fica livre.
Quem esperava alguma atitude do Ministério Público, se decepcionou, calado estava, mudo ficou.
Em 16 de dezembro, blogs e sites publicam que “após três meses de investigações envoltas de expectativa nos meios policial e esportivo, o ex-pugilista Luís Cláudio Freitas e seis policiais foram indiciados pelo assassinato a tiros do ex-presidiário Moisés Magalhães Pinheiro e pela tentativa de homicídio contra o polidor Jonatas Almeida”. Para quem se esqueceu da história, trata-se do irmão de Popó, que não aprovou o namoro da filha e mandou liquidar o namorado. Até o dia 16 quem estava na cadeia era a vítima, o que se safou da morte e procurou a polícia para denunciar o crime.

O desembargador Rubem Dario foi afastado por acusação de venda de sentença

E não nos esqueçamos da importância que está tendo o Conselho Nacional de Justiça. Depois que o CNJ colocou o Judiciário no seu devido lugar, ficou mais claro para toda a população que a mais alta corte da Bahia funcionava mal e porcamente. Além de mandar fechar o Ipraj, o CNJ afastou um desembargador baiano acusado de vender sentença.

Palácio que abriga as cabeças coroadas do STF

Como seria interessante se o CNJ tivesse poder para fiscalizar e cobrar do Supremo Tribunal Federal. Ou alguém duvida que a atual formação do STF seja a mais complicada de todos os tempos? “Nunca antes na história desse país…”, diria o presidente da República, responsável, aliás, por ter colocado Eros Grau e outras figuras na mais alta corte. Mas não se esqueça que Gilmar Mendes, o presidente atual da Corte, foi guindado ao Supremo por Fernando Henrique Cardoso. Ou seja, nós, da planície, estamos muito mal.
Voltando ao CNJ: Aumentou em mais de 100% o número de reclamações contra juízes em todo o País, revela balanço anual do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em 2009, foram protocoladas 1.584 queixas e denúncias de âmbito disciplinar contra magistrados ante 726 ocorrências em 2008. A grande maioria dos relatos aponta para uma velha ferida do Judiciário, a lentidão que marca as ações judiciais.
E falando em não se esquecer, o Judiciário continua devendo justiça a Lucas Terra e a Neylton Souto da Silveira

Neyilton Souto da Silveira

O mistério sobre a morte do ex-servidor municipal da Saúde, Neylton Souto da Silveira, completa em 7 de janeiro de 2010, três anos ainda sem solução. O trabalhador foi morto nas dependências da Secretaria Municipal de Saúde no dia 6 de janeiro de 2007 e foi encontrado no outro dia pela policia após queixas dos familiares. O crime ainda esta sob investigação, apesar de duas pessoas estarem presas pela execução da morte do ex-servidor e as duas prováveis mandantes, a ex-subsecretária municipal de Saúde, Aglaé Amaral Sousa, e a ex-consultora técnica Tânia Maria Pimentel Pedroso, respondem ao processo em liberdade. Neylton teria sido morto por ter descoberto uma série de irregularidades na secretaria, envolvendo especialmente Tânia e Aglaé.

Os pais de Lucas Terra ao lado da foto do filho

Quanto à triste história de Lucas Terra, o assassinato envolve pastores e bispos da Igreja Universal. Leia o depoimento do pai da vítima
E outras informações:
Filme conta história de Lucas Terra
Audiência do pastor
Pastor nega participação no assassinato de Lucas Terra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s