Ditadura no Bahia, quem fala é demitido

O País foi redemocratizado, a Bahia vive uma festa eleitoral com as forças políticas se misturando sem nenhuma vergonha, mas no Esporte Clube Bahia a situação lembra os chamados anos de chumbo. A cozinheira Fernanda que o diga.

 

‘No Bahia, todo o mundo morre de medo’

Fernanda: ‘No Bahia, todo o mundo morre de medo’

 

Cozinheira demitida denuncia abusos no time do Bahia

A greve dos funcionários da cozinha e lavanderia do Bahia, que aconteceu na última segunda-feira, teve um desfecho nada bom para os trabalhadores do clube. Querendo dar uma demonstração de força, a diretoria demitiu a cozinheira Fernanda Santana, suposta líder do movimento. Empregada do Bahia há um ano e sete meses, Fernanda disse que o motivo da demissão não foi nada convincente.

Leia mais no Correio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s